X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Parceria para desenvolver ônibus elétrico

Por Antonio Ferro dia em Notícias

Parceria para desenvolver ônibus elétrico
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

A fabricante de Snetterton tem uma visão de mercado bem ousada para esta região. A meta é fornecer 700 unidades de sua tecnologia para a América do Sul

Com vistas ao futuro, a empresa inglesa Equipmake abriu recentemente sua nova fábrica para o desenvolvimento e produção de chassis com tração elétrica para ônibus. Localizada na cidade de Snetterton, a planta é resultado do rápido crescimento dos negócios da fabricante no sentido de atender à um mercado que vem crescendo rapidamente nos últimos dois anos em ambito mundial.

Para atender a demanda, a marca possui um modelo de chassi com a propulsão elétrica totalmente integrado para seus clientes internacionais, permitindo que os mais variados fabricantes de ônibus possam ter em seus portfólios produtos adequados à eletromobilidade urbana. O EBus da Equipmake utiliza o conceito do motor elétrico compacto, APM 200, pesando apenas 40 quilos e com potência de 220 kW.

E, no contexto de explorar mercados com tendência para a eletrificação de seus sistemas de transporte público, a marca inglesa vem estabelecando parcerias para a fabricação de veículos em países como o Brasil, a Argentina e a India. Em solo brasileiro, a fabricante disse que estabeleceu uma parceria com a montadora gaúcha Agrale para lançar sua tecnologia no modelo de ônibus totalmente elétrico em Buenos Aires no ano de 2021, com o chassi MT17. Os testes, de acordo com informações da Equipmake, iniciam-se já no primeiro trimestre do ano que vem, com uma versão com 12 metros de comprimento, que terá autonomia de operação suficiente para um dia, sem a necessidade de recarga. Isso comprova que não só os chineses estão de olho no mercado latino-americano e seus projetos de eletrificação dos sistemas de ônibus.

A fabricante de Snetterton tem uma visão de mercado bem ousada para esta região. A meta é fornecer 700 unidades de sua tecnologia para a América do Sul, somente no primeiro ano de produção. Ainda, de acordo com a empresa, existe uma grande demanda por ônibus elétricos em um mercado mundial com potencial para absorver 300.000 unidades por ano com o crescimento dos negócios a medida que as cidades se esforçam para melhorar a qualidade do ar em suas áreas. Em 2021, a marca também quer lançar seu chassi com motor elétrico para carroçarias de dois pisos.

Imagem - Reprodução Equipmake

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Parceria para desenvolver ônibus elétrico

Enviando Comentário Fechar :/