X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Ônibus Scania movido a biometano em Franca

Por Antonio Ferro dia em Conexão Mobilidade

Ônibus Scania movido a biometano em Franca
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O ônibus em questão, modelo produzido pela Scania do Brasil, pode ser abastecido tanto com biometano, como GNV (Gás Natural Veicular) ou, ainda, uma mistura de ambos

A cidade paulista de Franca deu um importante passo para o transporte coletivo livre de emissões poluentes. Para isso, demonstrou o biometano produzido por uma estação de tratamento de esgoto para abastecer um ônibus urbano. A inovação fez parte das Semanas de Inovação Suécia-Brasil, iniciativa promovida pela Embaixada da Suécia e a Business Sweden com o intuito de fomentar discussões sobre o potencial do mercado do biogás nas cidades brasileiras.

O ônibus em questão, modelo produzido pela Scania do Brasil, pode ser abastecido tanto com biometano, como GNV (Gás Natural Veicular) ou, ainda, uma mistura de ambos. Aliás, a Suécia é detentora de uma experiência bem significativa no uso desse biocombustível. Há décadas o país direciona a maior parte do biogás que produz para o transporte público, considerado um dos mais limpos do mundo. Esse biogás produzido deriva em sua maioria do tratamento de esgotos das cidades suecas. “Identificamos no Brasil uma capacidade enorme de produção do biogás que ainda não foi explorada. Com base nessa premissa, a Suécia decidiu incluir o tema na programação de seu maior evento no Brasil, as Semanas de Inovação Suécia-Brasil”, afirmou Elsa Stefenson, gerente de Projetos Sênior.

Ônibus Scania movido a biometano em Franca

Para a Scania, que trabalha com o gás natural desde a Segunda Guerra Mundial, sua experiência permitiu desenvolver uma tecnologia que deixa os motores a gás com o mesmo torque dos a diesel. Recentemente, a montadora  anunciou a maior venda de sua história de ônibus urbanos que rodam exclusivamente com GNV e biometano. Ela irá fornecer 481 ônibus para o sistema Transmilênio, de Bogotá, na Colômbia. Essa nova frota irá proporcionar uma redução de emissões de mais de 98% de material particulado (PM), 96% de óxido de nitrogênio (NOx) e 20% de dióxido de carbono (CO2) em comparação com a maioria dos ônibus disponíveis na cidade colombiana. “A Scania vem liderando a transformação para sistemas de transporte mais sustentáveis, em uma visão de longo prazo em que os biocombustíveis, aliados a tecnologia de ponta e eficiência energética, serão os grandes protagonistas dessa mudança que já está acontecendo”, afirma Gustavo Bonini, diretor de relações institucionais e governamentais da Scania Latin America.

O projeto da Sabesp em Franca é o único com produção de biometano gerado a partir do tratamento de esgotos na América Latina. De acordo com a empresa pública paulista, o biometano é a purificação do biogás, gerado a partir de dejetos, e leva esse nome devido à alta concentração de metano. No entanto, pelo fato de a matéria-prima ser de origem orgânica e não fóssil, tem mínima emissão de gases poluentes. A ETE de Franca trata em média 500 litros por segundo e produz em torno de 2.500 Nm³ de biogás por dia, suficiente para substituir 1.500 litros de gasolina comum diariamente.

Imagens - Scania

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Ônibus Scania movido a biometano em Franca

Enviando Comentário Fechar :/