X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Negócios internacionais movimentam o setor de ônibus

Por Antonio Ferro dia em Notícias

Negócios internacionais movimentam o setor de ônibus
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Três grandes fabricantes mundiais de ônibus anunciaram recentemente a incessante busca por novos negócios com o intuito de renovar as frotas do modal em várias localidades

Três grandes fabricantes mundiais de ônibus anunciaram recentemente a incessante busca por novos negócios com o intuito de renovar as frotas do modal em várias localidades. A alemã Mercedes-Benz ressaltou sua participação no mercado da eletromobilidade com a produção do modelo eCitaro (elétrico 100% a baterias). Sua tecnologia já se encontra em uso comercial na Alemanha, no transporte público de Hamburgo e Heidelberg. Além disso, haverá expansão de seu novo conceito para os mercados da França, Luxemburgo e Polônia, para demonstração aos gestores do transporte público de suas qualidades e adequação para o uso diário. De acordo com a montadora, entre as vantagens dos modelos elétricos destacam-se a redução da emissão de poluentes e o baixo índice de ruídos, proporcionando melhoria na qualidade do ar e no bem-estar a bordo para os usuários.

Em linhas gerais, o eCitaro pode ser equipado com baterias que apresentam capacidade total de 243 kWh, além de motores elétricos montados próximos aos cubos das rodas. O gerenciamento térmico é otimizado até o último detalhe, com o resfriamento da bateria, ar-condicionado com bomba de calor e componentes conectados, sendo um destaque na fabricação de ônibus. Para a Mercedes-Benz, esses recursos garantem o consumo mínimo de energia, maior eficiência e autonomia. E ainda, o consumo de energia de um ônibus elétrico para o aquecimento e refrigeração pode chegar a 50%, fato que é um verdadeiro desafio para os especialistas.

Negócios internacionais movimentam o setor de ônibus

Ainda no contexto da eletromobilidade, a fabricante alemã destaca outro modelo urbano de sua gama de veículos, o Citaro NGT híbrido com propulsão a gás natural, equipado com o módulo híbrido opcional, sendo até 8,5% mais eficiente. Os motores a gás reduzem em muito as emissões de material particulado e de NOx. Quando usado em conjunto com biogás ou gás natural, o Citaro NGT híbrido é quase neutro quanto a poluição. E é por essa tecnologia que os operadores de serviços públicos de Augsburg estão optando com seus novos ônibus híbridos Citaro NGT.

As operações do transporte coletivo das cidades de Augsburg (Alemanha), Bourges (França), Madri e Aucorsa Cordoba (Espanha) e Liubliana (Eslovênia) optaram pela referida tecnologia da marca da estrela de três pontas. E em Oldenburg, também na Alemanha, a  empresa VWG colocará em operação os primeiros Citaro NGT híbridos articulados do mundo.  

Volvo e Volgren na Austrália

A Volvo em parceria com a encarroçadora Volgren, pertencente à Marcopolo S/A, irá disponibilizar 900 ônibus para a cidade australiana de Perth. Os veículos serão fornecidos para a Autoridade de Transporte Público (PTA), operadora estatal de transportes do governo local. O chassi Volvo B8RLE equipado com o propulsor a diesel Euro VI e a carroçaria Volgren terão um protótipo apresentado em agosto deste ano, sendo que a produção comercial se inicia em outubro.

Negócios internacionais movimentam o setor de ônibus

André Armaganijan, diretor de Negócios Internacionais e Estratégia da Marcopolo S.A., enfatizou que o acordo envolverá o fornecimento de 900 ônibus em até dez anos, com opção de renovação após cinco anos. O contrato gerará para a Volgren receita de aproximadamente US$ 110 milhões e o total US$ 220 milhões se houver a renovação posterior. “Este negócio está alinhado com a estratégia da Marcopolo de expandir suas atividades em todo o mundo e está entre os maiores já fechados pela nossa empresa, sem dúvida, o maior para a região da Ásia/Pacífico”, disse Armaganijan. A Volgren iniciou sua parceria com a PTA em 1999 e forneceu mais de 1.800 ônibus.

Segundo Peter Dale, diretor executivo da encarroçadora australiana, o foco de promover técnicas de melhoria contínua e o conceito LEAN de manufatura enxuta, deram à Volgren a capacidade de atender grandes demandas como essa. “A nossa capacidade de entregar grandes volumes de ônibus, no prazo e dentro do orçamento já está bem estabelecida. A operação em Perth está perfeitamente posicionada para atender à nova programação de entrega da PTA e permitirá o crescimento de frota de aproximadamente 30%”, observou.

Para a Volvo Buses, o negócio é resultado da confiança que a operadora australiana tem com a marca. “Com este pedido a PTA continua a demonstrar forte confiança na equipe Volvo. Temos uma excelente oportunidade para   manter nossa parceria estratégica de longo prazo, apoiando a PTA e seus operadores para os próximos 10 anos e outros a frente”, comentou Håkan Agnevall, presidente da Volvo Buses.

Negócios internacionais movimentam o setor de ônibus

O executivo ainda ressaltou a configuração do chassi que será fornecido, comentando que o modelo já é reconhecido positivamente no país por suas características  operacionais. “O Volvo B8RLE Euro VI está bem testado tanto no mercado australiano quanto global, e continua a definir o padrão da indústria para eficiência em combustível, dirigibilidade e custo operacional total”, disse Agnevall. A renovação irá aumentar a qualidade dos serviços, com a oferta de ônibus de última geração.

Ainda, de acordo com a montadora de chassis, uma média de 90 ônibus serão entregues por ano ao longo do contrato, com um acordo inicial de cinco anos e uma opção para uma extensão para mais cinco.

Imagens - Daimler Buses, Volvo Buses e Volgren

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Negócios internacionais movimentam o setor de ônibus

Enviando Comentário Fechar :/