X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Eletromobilidade em ritmo crescente

Por Antonio Ferro dia em Conexão Mobilidade

Eletromobilidade em ritmo crescente
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Falar de ônibus elétrico é enxergar um panorama bem favorável para sua predominância no mercado urbano a partir de meados dos anos de 2020. Os esforços já estão bem adiantados

A tração elétrica para ônibus urbano ganha novos contornos a cada dia. Grandes cidades do hemisfério norte têm investido em modelos limpos de transporte público, onde as iniciativas visam estabelecer compromissos com o meio ambiente e com os habitantes por meio de medidas para a substituição de frotas equipadas com motores movidos a diesel por veículos com propulsores elétricos.

E, falar de ônibus elétrico é enxergar um panorama bem favorável para sua  predominância no mercado urbano a partir de meados dos anos de 2020. Os esforços para isso já estão bem adiantados em muitas localidades, como Barcelona, na Espanha, que anunciou recentemente a criação de sua primeira linha (H16) totalmente livre das emissões poluentes. Para isso, sete novos ônibus articulados, com tração elétrica foram apresentados pela Transports Metropolitans Barcelona (TMB), operadora do transporte coletivo local.

Os sete ônibus incorporam muita tecnologia que visa proporcionar segurança e comodidade aos passageiros e também às pessoas em trânsito pelas ruas. Serão três unidades fornecidas pela fabricante polonesa Solaris, com o modelo Urbino 18, e quatro veículos produzidos pela marca espanhola Irizar, com seu modelo ie Tram, dotados de motores elétricos com potências de 240 kW e 236 kW, respectivamente, baterias de lítio, câmeras no lugar dos espelhos retrovisores, sistema de visão perimetral, sensores externos Mobileye que avisam ao condutor possíveis impactos com elementos móveis, quatro portas, ar-condicionado, portas USB e conexão com internet via Wi-Fi.

O primeiro corredor de ônibus 100% elétricos de Barcelona conta com duas estações de recargas rápidas de energia por meio de pantógrafos. A estação denominada Fórum aproveita a eletricidade vinda da rede de metrô, aspecto que promoverá uma economia no investimento da infraestrutura necessária para a operação. Até 2024, a TMB tem a projeção de contar com uma significativa frota de ônibus elétricos 100% a baterias.

Ainda na Europa, a Volvo Buses anunciou recentemente que fornecerá 13 unidades de seu ônibus elétrico 7900 para a cidade sueca de Malmö. Com isso, inicia-se um ciclo de transição para a eletromobilidade local. Os veículos irão operar na linha 7, com 15 quilômetros de extensão e contam um layout interno para oferecer melhor comodidade e maior segurança aos passageiros.

Eletromobilidade em ritmo crescente

De acordo com a Volvo, seu modelo 7900 consome 85% menos energia do que uma versão equivalente a diesel, além de ser mais silencioso e não emitir qualquer tipo de poluente. As baterias dos veículos serão recarregadas em estações localizadas nos pontos finais da linha, por meio de pantógrafo. Com mais essa venda, a montadora sueca atingiu a marca de 4.000 ônibus elétricos, entre híbridos e 100% a baterias, comercializados no mundo.

Eletromobilidade em ritmo crescente

Uma das maiores cidades do mundo, a norte-americana Nova Iorque, apresentou seu primeiro passo para eletrificar o sistema de transporte escolar local, com a aquisição de cinco ônibus elétricos para serem utilizados pelos alunos do Distrito de White Plains. Os veículos, modelo eLion C, foram produzidos pela empresa Lion Electric. A recarga das baterias é pelo sistema plug-in, noturno, e as mesmas permitem uma autonomia de 155 milhas, cerca de 250 quilômetros.

Imagens - TMB, Volvo Buses e Lion Electric

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Eletromobilidade em ritmo crescente

Enviando Comentário Fechar :/