X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Cummins aposta na eletromobilidade

Por Antonio Ferro dia em Notícias

Cummins aposta na eletromobilidade
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Além da motorização a diesel, a empresa está com olhos voltados à eletromobilidade. Ela está investindo US$ 500 milhões , em três anos, no conceito. Ainda há um panorama de transição.

Uma das mais importantes fabricantes independentes de motores para veículos comerciais revelou recentemente seus números de produção e sua estratégia voltada para novos projetos que envolvem um modelo diferenciado de propulsão para o transporte de pessoas e cargas, além daquele promovido por motores a diesel.

Nos primeiros seis meses de 2018, a Cummins produziu 2.890 motores para ônibus, um crescimento de 75% em relação ao mesmo período do ano anterior. A marca participa com 25% de share no mercado brasileiro de chassis. Na Argentina, são 20%.

Luís Pasquotto, presidente da Cummins Brasil, destacou, apesar das projeções menos positivas em função de um cenário econômico cheio de incertezas, os  planos traçados para a unidade brasileira, buscando o melhor trabalho, com eficiência e desempenho, a fidelização do cliente e o desenvolvimento de talentos. "A Cummins Brasil segue fortalecida. Fizemos reestruturações responsáveis e conseguimos atender à demanda incorporando mão de obra na medida em que os volumes cresceram. Apesar de um cenário de incertezas - grau de confiança, eleições, variação cambial etc. - , continuamos moderadamente otimistas, com plena consciência de que já superamos o pior momento", disse o executivo.

Além da motorização a diesel, a empresa está com olhos voltados à eletromobilidade. Adriano Rishi, diretor de Engenharia, afirmou que o projeto tem seu pleno andamento, mas que ao seu entender, ainda há um panorama de transição, entre a propulsão a diesel e a elétrica, que pode levar entre 20 e 35 anos para a adoção de um transporte limpo, sem emissões poluentes. “O gerenciamento do armazenamento de energia e seu uso nas baterias são grandes desafios a serem superados por nós”, adiantou.

A Cummins está investindo US$ 500 milhões , em três anos, no conceito da eletromobilidade. “O diesel é o combustível mais eficiente hoje, mas a eletricidade é a tendência para o futuro”, analisou Rishi.

Imagem - Divulgação

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Cummins aposta na eletromobilidade

Já temos 2 comentário(s). DEIXE O SEU :)
OLIMPIO Alvares

OLIMPIO Alvares

A Revista Autobus poderia nos dar uma pista se esse investimento da Cummins na Eletrmobilidade se refere à intenção de produzir motores elétricos ou algum outro componente mecanico especifico?
★★★★★DIA 16.08.18 09h55RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Antonio Ferro

Antonio Ferro

Pelo mostrado, a fabricante aposta em vários conceitos de tração para a mobilidade. Tudo isso ainda em desenvolvimento.

★★★★★DIA 20.08.18 11h48RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/