X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Ar-condicionado mais do que ecológico

Por Antonio Ferro dia em Notícias

Ar-condicionado mais do que ecológico
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

A fabricante da tecnologia investiu R$ 12 milhões em pesquisa e desenvolvimento, com duração de três anos até apresentar seu primeiro equipamento

O leitor já deve ter lido em algum ônibus pelas ruas ou estradas que o ar-condicionado do veículo era ecológico. Isso se dá porque o aparelho não emite o CFC (clorofluorcarbonos), que é uma substância à base de cloro, usado como gás para o seu funcionamento. Agora, a denominação ecológica pode ser ampliada com uma novidade em termos de tecnologia inovadora apresentada para haver equilíbrio no meio ambiente.

A operadora do transporte urbano da cidade paulista de Campinas, Itajaí Transportes Coletivos, mostra iniciativa em proporcionar um novo conceito para a refrigeração no interior de seus veículos, com a adoção, desde o início da semana passada, de um aparelho de ar-condicionado 100% elétrico e ecológico.  A novidade está sendo testada em um ônibus Volvo articulado, que atende as linhas do BRT (Trânsito Rápido de Ônibus), com capacidade para 50 passageiros sentados e 83 em pé. A operadora campineira é a primeira no Brasil a testar o sistema em um ônibus.

Ar-condicionado mais do que ecológico

Os módulos do sistema de ar-condicionado são instalados separadamente

A tecnologia foi desenvolvida pela empresa Innovaklim System, uma startup 100% brasileira com sede na cidade catarinense de Indaial e promete uma redução no tempo de manutenção do equipamento entre 50% a 80%. Outro ponto importante apontado pela empresa é a redução da emissão de gases poluentes no ambiente e o funcionamento silencioso dos equipamentos.

Em linhas gerais, o novo ar-condicionado 100% elétrico funciona ligado à bateria e aproveita a geração de energia proveniente de sistema fotovoltaico (localizado no teto do veículo) e de alternadores do próprio ônibus. A promissora tecnologia utiliza o gás refrigerante 410a que é considerado um dos mais ecológicos do mundo e não degrada a camada de ozônio por não possuir derivados de cloro em sua composição.

Para a operadora Itajaí, sua estratégia é buscar soluções tecnológicas que tornem o planeta mais sustentável, sendo a primeira empresa de ônibus no País a apoiar esse projeto, recebendo ainda a satisfação dos colaboradores e usuários com a novidade.

Segundo a Innovaklim, seu equipamento também foi homologado pela Mercedes-Benz do Brasil. “O ar-condicionado elétrico para ônibus a diesel abre a possibilidade de obtenção de resultados de economia de diesel e corte de emissões comparável aos ônibus híbridos, mas com baixo investimento e com implantação em escala. Bom para a empresa e excelente para o meio ambiente”, observou Rafael Bornhausen, diretor da Innovaklim.

A fabricante da tecnologia investiu R$ 12 milhões em pesquisa e desenvolvimento, com duração de três anos até apresentar seu primeiro equipamento. Segundo Bornhausen, os benefícios com o uso do equipamento são bem valorizados, pois há uma redução de até 85% no consumo de diesel e emissões de óxido de nitrogênio em relação ao sistema de ar-condicionado mecânico, além da diminuição em até 80% no tempo de manutenção. “Seu sistema é modular, com aparelhos independentes. Um ônibus convencional utiliza 4 módulos, enquanto que um articulado usa 7. Caso um pare de funcionar, o veículo pode continuar rodando com outros aparelhos em atividade”, disse ele.

Outro detalhe proporcionado pela Innovaklim é que ela não comercializará a sua nova tecnologia. Apenas a alugará. Trata-se de uma estratégia negócio, onde, além de alugar, há a prestação da assistência técnica, inclusive substituindo aparelhos no final no ciclo de vida ou que por ventura quebrem.

Imagens - Itajaí Transportes

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Ar-condicionado mais do que ecológico

Enviando Comentário Fechar :/