Banco Mercedes-Benz no Refrota

Um importante financiamento para a operadora paulistana Vip Transportes Urbano deu o tom positivo para o Banco Mercedes-Benz no final de 2017. De acordo com a instituição, esta é a maior negociação realizada nesta modalidade por um banco privado e a primeira destinada para uma empresa da capital paulista.

São 112 novos ônibus financiados pelo programa Refrota. Líder no segmento de financiamento de ônibus, o Banco Mercedes-Benz vê no Refrota condições bastante atrativas. “A Mercedes-Benz é líder no segmento de ônibus urbano e o Banco tem em seu portfólio as melhores opções de negócios para os clientes. Essa operação com a VIP Transportes Urbanos confirma a credibilidade da instituição em garantir produtos sob medida para o comprador da marca”, disse Diego Marin, diretor comercial do banco.

O Refrota 17, (Renovação de Frota do Transporte Público Coletivo Urbano) pode financiar a compra de cerca de 10 mil ônibus. Para essa iniciativa, o governo federal destinou R$ 3 bilhões para o ano de 2017, montante proveniente da captação dos recursos do FGTS. Podem participar empresas do setor privado, denominadas concessionárias ou permissionárias, que trabalham com transporte público coletivo urbano. O programa contempla veículos do sistema de transporte sobre pneus: micro-ônibus, miniônibus, midiônibus, ônibus básico, Padron, articulado e biarticulado. De acordo com o Ministério das Cidades, hoje o sistema de transporte coletivo conta com 107 mil ônibus e mais de 30 milhões de usuários por dia.

Além de seu braço financeiro de operações, a Mercedes-Benz também está comemorando os números positivos de 2017. A montadora anunciou que alcançou a marca de 6.007 ônibus vendidos, sendo 51,1% de market share, segundo a Anfavea, que é a Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores.  “Esse resultado é um prêmio para todos os nossos colaboradores e parceiros, que se empenharam para oferecer o melhor produto aos clientes. Os números provam que somos uma marca desejada e cada vez mais reconhecida nos mercados interno e externo”, ressaltou Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina.

O executivo ainda destacou que, considerando os mercados interno e externo, foram comercializados cerca de 35.000 veículos durante ao ano passado. “Este resultado é bem expressivo, especialmente porque 2017 ainda foi um ano de baixos volumes de vendas e os sinais de retomada do crescimento aconteceram somente nos últimos meses do ano. Ou seja, a liderança aconteceu num mercado extremamente competitivo, desafiando as marcas na oferta do melhor produto, o que é decisivo na hora de fechar o negócio”, observou Schiemer.

Em nota, a montadora informou que realizou grandes negócios em dezembro de 2017, com 1.000 chassis para a renovação de frota em várias empresas do Grupo Constantino, entre urbanos e rodoviários, e 905 micro-ônibus LO 916 para a Secretaria da Saúde de Minas Gerais, totalizando o volume acima de 1.900 unidades vendidas apenas no último mês do ano.

Imagens – Divulgação