Carroçaria padrão São Paulo

O órgão gestor do transporte público feito pelo ônibus na capital paulista, SPTrans, deu o OK para o modelo de carroçaria Torino, desenvolvido pela Marcopolo, para que possa ser operado com uma versão mais curta em um setor dominado pela concorrência.

De acordo com a encarroçadora gaúcha, essa nova versão possui 9.600 mm de comprimento total, proporcionando melhor equilíbrio operacional com relação à quantidade de passageiros transportados (53), sendo é um veículo ágil para aplicações em centros urbanos e em terrenos acidentados. A carroçaria traz vidros colados, dispositivo para evitar a abertura da ventarola, tomadas para o carregamento de equipamentos eletrônicos em todas as poltronas, iluminação interna e externa em LED e um novo sistema de ar-condicionado, desenvolvido especialmente, que consiste em dutos de ar que propiciam equilíbrio térmico em todo o seu interior, inclusive para o motorista.

Leandro Sodré, consultor de operações comerciais da Marcopolo, disse que o processo de homologação é bastante longo, com muitos detalhes e o padrão SPTrans representa um dos mais rígidos e importantes do Brasil. “A cidade de São Paulo tem a maior frota do País, com cerca de 15 mil unidades, e esta homologação abre muitas oportunidades de negócio. Além do Torino, temos também o modelo de micro-ônibus Senior homologado”, afirmou.

Imagem – Douglas de Souza Melo