Chassi Volvo Euro VI chega ao México

Símbolo de evolução dos propulsores a diesel para veículos comerciais e principalmente, um instrumento para minimizar os impactos ambientais negativos, a norma Euro VI que determina limites máximos de emissões poluentes dos referidos motores, está bem próxima de ser adotada no México. Se antevendo a isso, a Volvo Buses Mexico apresentou durante 9ª edição do Congresso da AMTM (Associação Mexicana de Transporte e Mobilidade) o seu novo chassi B8R com o propulsor Euro VI.

O modelo estava equipado com o motor Volvo D8K, com seis cilindros e 320 cv de potência, além de transmissão automática Voith. O veículo ainda pode contar com sistema eletrônico de freios EBS5, ABS e retarder integrado à caixa de transmissão. O chassi tem PBT de 19,5 toneladas e pode ter duas versões, piso alto ou entrada baixa.

De acordo com a Volvo, o caminho para a eletromobilidade do transporte urbano passa pela adoção da norma Euro VI, gerando ganhos ambientais. A futura tecnologia proporciona uma redução de 95% de óxido de nitrogênio e 98% da material particulado comparada com os atuais motores que estão em uso nos ônibus da Cidade do México na atualidade.

Assim como o Chile, o México dá um largo passo para a qualidade vida dos habitantes de suas cidades por meio das contingências ambientais, conjunto de medidas com o objetivo de mitigação dos efeitos nefastos da poluição causada pelos sistemas de transportes.

Imagem – Volvo México